TECNOLOGIA

Novo RG – Veja como será a nova carteira de identidade

Novo RG – Veja como será a nova carteira de identidade. Portanto a A cédula de identidade, carteira de identidade, identidade ou RG é o documento nacional de identificação civil no Brasil. Além disso a carteira nacional de identidade unificada será o novo RG, anunciou o governo federal nesta semana. Notada pelo site da AgenciaBrasil, a informação foi divulgada nesta última quarta-feira (23), onde é dito que o RG irá utilizar o número do CPF (Cadastro Nacional de Pessoa Física) como identificação única dos cidadãos.
Em suma de acordo com a declaração do governo, a emissão da carteira nacional de identidade unificada será gratuita e os institutos de identificação terão até o dia 6 de março de 2023 para se adequarem à mudança. O decreto que define o “novo RG” entrará em vigor no dia 1º de março de 2022.

Novo RG – Veja como será a nova carteira de identidade

O ministro Luiz Eduardo Ramos, da Secretária-geral da Presidência da República, diz:
“Gradativamente, deixaremos de ter uma carteira de identidade [RG] para cada estado. Ou seja são 26 estados e o Distrito Federal, cada um com sua carteira. Isso vai acabar. Haverá uma identificação única do cidadão.”
Portanto sua validade será de 10 anos. Além disso, os documentos atuais de pessoas com até 60 anos serão aceitos normalmente por até dez anos. Já para maiores de sessenta anos, o RG continuará válido por tempo indeterminado. No entanto o governo federal diz que a nova carteira nacional de identidade poderá ser utilizada em viagens, pois possui um código no padrão internacional, o MRZ (o mesmo utilizado em passaportes), e pode ser lido por equipamento.

Porque a unificação do RG com o CPF? que muda nisso?

Este novo documento que substitui o atual RG e incorpora o número do CPF contará com um QR Code para checar sua autenticidade, mesmo se não estiver conectado à internet. Agora, apenas os números do CPF serão considerados. Portanto não teremos mais um estado vinculado à identificação do RG, ao invés disso haverá somente o número do CPF como identificação nacional. Atualmente, caso a pessoa queira, é possível ter 27 números de RG no Brasil, ou seja, um por estado.
Em suma de acordo com o ministro da Justiça e Segurança, Anderson Torres, a forma como é gerado o RG hoje abre brechas para a prática de fraudes e crimes. Anderson diz. “Avançamos para um novo tempo de controle, de seriedade e de tranquilidade da população brasileira.”

Tags: , , , , ,

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

TURBO-TECNOLOGIA
Menu